Anonim

Grupos como o Innocent, fabricante de smoothies de frutas, afirma que, embora revise seus padrões em conformidade com possíveis mudanças nas leis, já estava trabalhando para reduzir sua dependência desses produtos químicos.

As alegações vêm quando membros do Parlamento Europeu votaram a favor na terça-feira de um novo acordo que delineia a legislação sobre pesticidas, que foi ridicularizada pelos agricultores que alegam que irá prejudicar a produção agrícola no bloco.

Apesar dos temores agrícolas, a União das Associações Européias de Bebidas (UNESDA) afirmou que, assim como o Innocent, seus membros apoiariam o novo quadro regulatório. No entanto, a associação alegou que seu foco em pesticidas não era um desenvolvimento novo.

Um porta-voz do grupo disse que a UNEDSA estava trabalhando com fornecedores de culturas para garantir a conformidade com os padrões de saúde e segurança e que seu trabalho fazia parte de um foco contínuo no bloco. Como tal, a associação disse esperar alguns problemas para os produtores agrícolas, mas não se opôs a nenhuma mudança.

Estudo de pesticidas

Embora não tenha relação direta com a revisão, apenas no mês passado uma pesquisa da Espanha foi publicada sugerindo que níveis "relativamente altos" de pesticidas estavam sendo encontrados em vários produtos de refrigerantes, de sucos a grandes bebidas de marca.

A pesquisa publicada na revista Analytical Chemistry instou os fabricantes de refrigerantes à base de frutas a repensar como eles estão produzindo essas bebidas para reduzir a presença de pesticidas.

No entanto, a indústria de refrigerantes continua minimizando qualquer preocupação potencial de segurança, enfatizando que não há perigo para os consumidores dos produtos.

A Associação Britânica de Refrigerantes (BSDA), que representa um dos países apontados pela pesquisa espanhola como tendo altos níveis de pesticidas em seus produtos, disse que já estavam em vigor um rígido controle químico antes que as novas leis fossem aprovadas.

"Essa nova lei proposta não alteraria o fato de que as bebidas que a indústria produz são seguras para beber", afirmou um porta-voz do grupo.

Guias inocentes

Olhando para os desafios mais amplos que a indústria enfrenta, a Innocent afirmou que há muito se concentra na triagem de pesticidas dentro de seus ingredientes para evitar a presença de excesso de produtos químicos no produto final.